Senac
 
Fecomercio
Rio de Janeiro

Quem Somos

No Banco Rio de Alimentos,nada se perde e tudo se transforma em pratos saborosos, saudáveis e também econômicos. Fundado em 2000, pelo Sesc RJ, o Programa Banco Rio de Alimentos distribui toneladas de alimentos todos os meses para 305 instituições em 33 municípios do Estado do Rio. São produtos que perderam o valor comercial, mas ainda estão próprios para o consumo, e que iriam para o lixo se não fossem doados, separados e distribuídos a organizações cadastradas. Só de janeiro a outubro deste ano, foram distribuídas 699 toneladas de alimentos, que completaram a refeição de 50 mil pessoas, possibilitando alternativas saudáveis e econômicas. Além disso, uma parceria firmada entre o Banco Rio e a BRF beneficiará 19 mil famílias no Estado do Rio de Janeiro: para cada chester Perdigão vendido entre os dias 1-º e 24 de dezembro, a empresa doará outro para famílias atendidas pelo Programa. A campanha “No coração sempre cabe mais um” vai contemplar 154 organizações de assistência social cadastradas no Banco Rio, sendo 107 na Baixada Fluminense e no Grande Rio, e outras 47 no interior do Estado.

Os alimentos doados pelo Banco Rio devem ser preparados e servidos nas próprias entidades beneficiadas. Em hipótese alguma eles devem ser repassados para terceiros. “É um dos critérios de elegibilidade do Programa e de garantia ao parceiro doador de que este alimento está chegando, de fato, a quem precisa”, explica Cida Pessoa, gerente do Banco Rio de Alimentos. O objetivo do Banco Rio não é garantir 100% do abastecimento, mas enriquecer o cardápio servido ao público atendido. Os carregamentos de doações são recebidos na sede do Banco Rio de Alimentos, em Madureira, onde são separados para distribuição, de acordo com o perfil de cada instituição, que é traçado por assistentes sociais e nutricionistas, no momento em que as organizações são visitadas. O processo leva em conta, entre outras características, a quantidade de refeições servidas diariamente e as necessidades de quem é atendido. “Crianças e idosos, por exemplo, precisam de quantidades de alimentos diferentes. Por isso, incentivamos a criação de receitas que utilizem o máximo dos alimentos doados”, justifica Cida.

Aproveitamento máximo

Um dos princípios do Banco Rio é o combate ao desperdício. Não apenas por aproveitar produtos que terminariam descartados, mas também por estimular o aproveitamento máximo dos alimentos, incorporando às receitas partes que seriam jogadas no lixo, como talos e cascas, entre outros. “Desta forma, a instituição beneficiada pode alimentar as pessoas atendidas enriquecendo seu cardápio, barateando seu custo, e reinvestindo em outras ações relevantes para o seu dia a dia, aumentando, assim, o alcance social do Banco Rio de Alimentos”, observa Cida. Isso levou à criação do Redes Gastronômicas, um projeto do Banco Rio de Alimentos que busca capacitar profissionais de cozinha que trabalham nas organizações de assistência social para executar receitas que aproveitem ao máximo os ingredientes e que sejam baratas, nutritivas e saborosas ao mesmo tempo. “A maior parte das doações é composta de alimentos in natura, geralmente, frutas, legumes e verduras”, diz Cida.

Combinações inusitadas

Para evitar que os pratos fiquem repetitivos, os ingredientes são utilizados em combinações surpreendentes, como o brownie de feijão, o pudim de couve-flor, o suco de repolho roxo e maracujá e o croquete de chuchu, entre outros. “Desenvolvemos receitas para pratos salgados, doces e sucos, o que permite uma dieta mais completa, introduzindo esses alimentos em todas as refeições do dia, com o intuito de contribuir para a promoção da saúde”, explica Cida.

A alimentação é a porta de entrada para um trabalho mais profundo, que envolve saúde, higiene e socialização. Não por acaso, o Banco Rio de Alimentos é um dos produtos mais importantes do Sistema Fecomércio RJ, na área de Responsabilidade Social e Ambiental. “A atuação do Banco Rio de Alimentos se amplia com ações educativas, criando uma verdadeira rede de solidariedade que também combate outras fomes, como a de inclusão, cidadania e desenvolvimento”, conclui Paschoal Simões, diretor de Marketing e Produtos do Sistema Fecomércio RJ.

 

Os números da solidariedade*

699 toneladas de alimentos doados

50 mil pessoas atendidas

305 instituições cadastradas

63 empresas doadoras

51 voluntários

(*Dados de janeiro a outubro de 2016)

 

Endereço
Rua Ewbanck da Câmara, 90 – Madureira. CEP.: 21310-150

Telefones
0800-22 20 26 / (21) 2452-5937 / Fax: (21) 2452-7469

Funcionamento
Segunda a sexta, 8h às 17h.