Senac
 
Fecomercio
Rio de Janeiro

Notícias

Geraldo Maia e Vinicius Sarmento tocam Chico

Com participação de Clarice Falcão, espetáculo dos artistas pernambucanos acontece no Espaço Sesc, no dias 10 e 11/12


publicado em 03-12-13

imprimir

Foi a paixão pela música de Chico Buarque que uniu o cantor Geraldo Maia e o jovem violonista Vinicius Sarmento, que, por sua vez, convidaram seu conterrâneo, o multiartista João Falcão, para dirigir o show de lançamento do CD “Geraldo Maia & Vinicius Sarmento – voz e violão”. O álbum recém-lançado reúne canções menos exploradas do compositor e com novos arranjos. Com participação especial da cantora Clarice Falcão, as apresentações estão marcadas para os dias 10 e 11 de dezembro (terça e quarta), às 20h30, no Espaço Sesc, em Copacabana.

A pesquisa começou há quatro anos, quando os dois passaram a reinterpretar as músicas de Chico na abertura de shows de Gilberto Gil e Ângela Rô Rô. Como a resposta do público foi positiva, eles resolveram registrar o momento e gravaram as músicas ao vivo, no estúdio, como se fosse uma apresentação, com vozes e violão simultaneamente.

Na escolha do repertório, Geraldo e Vinicius tentaram sair do óbvio e enfatizar o lado mais dramático de Chico Buarque. Estão no setlist músicas como “Mambembe”, “Mar e lua”, “Vida”, “Rosa dos ventos”, além de “Xote de navegação”, parceria de Chico com Dominguinhos.

Seduzido pela ideia que uniu esses representantes de duas gerações distintas da música brasileira, João Falcão deu luz e forma às melodias já impressas no CD, colocando em cena, essencialmente, a voz e o violão de Geraldo e Vinicius e, assim, os sons, as cores, as notas, as memórias, a lírica e a poesia de Chico. O resultado é uma viagem lúdica na imensidão das palavras e imagens contidas nas letras do compositor.

Geraldo Maia iniciou sua carreira no início da década de 80. De lá para cá gravou dez álbuns e participou de shows de artistas como Milton Nascimento, Beto Guedes e Zizi Possi. No cinema, compôs trilha sonora para filmes como “Lisbela e o Prisioneiro”. Participou ainda de programas como Som Brasil (Rede Globo) e Programa Sr. Brasil (TV Cultura).

Considerado um dos grandes nomes da nova geração de instrumentistas pernambucanos, Vinícius Sarmento aprendeu os primeiros acordes com seu pai, o também violonista Evane Sarmento, mais conhecido como Nuca. Aprimorou sua técnica nas aulas de violão popular no Conservatório Pernambucano de Música. Desde cedo vem desenvolvendo uma linguagem própria no violão de 7 cordas, fundindo a escola tradicional do choro a uma abordagem mais moderna do instrumento, inaugurada por Raphael Rabello.

 

SERVIÇO

Show Geraldo Maia e Vinicius Sarmento, com participação de Clarice Falcão
Dias: 10 e 11/12/2013 (terça e quarta)
Horário: 
20h30
Ingressos: R$ 5 (associados Sesc), R$ 10 (meia entrada) R$ 20 (inteira)
Classificação etária: Livre
Espaço Sesc: Rua Domingos Ferreira, 160, Copacabana. Tel.: 2547-0156
Funcionamento da bilheteria: terça a domingo, 15h às 21h.