Senac
 
Fecomercio
Rio de Janeiro

Notícias

Picadeiro Móvel volta para uma edição extra no Parque Radical de Deodoro

Após sucesso no Boulevard Olímpico, o evento de circo do Sesc RJ monta a lona na zona oeste.


publicado em 03-12-18

imprimir

Após o grande sucesso de público da estreia do Picadeiro Móvel, o evento de circo ganhou uma edição extra, dessa vez na zona oeste, no bairro de Deodoro. No próximo domingo, dia 09/12, artistas das mais diferentes frentes circenses irão se apresentar no palco aberto do Sesc RJ dentro do Parque Radical de Deodoro. A entrada é gratuita e as atrações irão animar o local entre 9h e 16h. Confira a programação!

OFICINAS CIRCENSES
09 de dezembro, 9 às 10:30h
Vivências práticas das técnicas de perna de pau e malabares, a fim de desenvolver o potencial criativo corporal dos participantes, promovendo uma aproximação do público com a arte circense.

A PRAIA | Tamara Figueiredo e Antônio Silva
9 de dezembro, 10:30h
A Praia é um número circense que combina as modalidades Mão a Mão e Jogos Icários dentro de um jogo cênico. Dois artistas em cena, uma mulher e um homem, em uma atmosfera leve, descontraída e bem-humorada, por meio de portagens acrobáticas mostram como duas pessoas, aparentemente incompatíveis, ao se encontrarem por um acaso em uma praia, entre a implicância e a paquera, se apaixonam e descobrem o amor.

Nosso Grande Espetáculo | Adorável Cia
9 de dezembro, 11h
Totó (Marcos Camelo) e Solamenta (Cecília Viegas) orgulham-se por estrelar o Nosso Grande Espetáculo: um espetáculo que reúne comicidade, música ao vivo, instrumentos excêntricos, acrobacia, equilíbrios, ballet e onde até uma paródia de personagem infantil é trazida a cena, numa clara referência aos espetáculos de circo tradicional que atualmente disputam com as mídias digitais a atenção de crianças e de seus pais. Tudo num mesmo espetáculo, num vigoroso trabalho físico, em uma dramaturgia desenvolvida pela ação e pautada no jogo clássico da dupla de palhaços, alcançando e espectadores de todas as idades. Uma performance pulsante, divertida, que mistura várias linguagens e tem como principal característica a comunicação direta com a plateia e a relação que se estabelece a partir deste encontro, num espetáculo vivo, com o encantamento que só o circo possui.

The Lucca Circus Show | De Lucca
9 de dezembro, 12h
De Lucca Circus Show é um espetáculo de circo que mistura malabarismo, equilibrismo, mágica e música de forma cômica. De Lucca sempre muito carismático se envolve com seu público os tornando parte do espetáculo onde juntos realizam um grande show.

The Eccentric Show | Guga Morales e Manu Montes
9 de dezembro, 13h
Amor, genialidade e comicidade compõe o espetáculo The Eccentric Show. Um casal gentleman que fazem truques de equilíbrio, malabares e mágica relembrando os tempos vintage do circo. De modo incomum, e extravagante a dupla encontra harmonia entre objetos do nosso cotidiano.

O incrível homem bola | Horácio Storani
9 de dezembro, 14h
Um número quase surrealista, não fossem reais as hilárias imagens pintadas pelo olhar do público durante esta performance. Trata-se de uma cômica e subjetiva analogia física entre um homem em colante e um balão de proporções fora do comum.

No Pocket: Um espetáculo para todos os bolsos | Coletivo Nopok
9 de dezembro, 15h
Um espetáculo para todos os bolsos é um espetáculo de circo que utiliza as charlas clássicas, a música, a dança e a comédia física na criação de gags e cenas cômicas. Este espetáculo é uma sucessão de números que exploram o virtuosismo técnico acompanhado por música ao vivo. O fio condutor da sua dramaturgia é a relação direta dos artistas com o público, sendo este um importante elemento no jogo estabelecido.

Circo Sideral | Os siderais
9 de dezembro, 16h
Os SIDERAIS são super-heróis extraterrestres que ficam sabendo que a situação na “Terra” não está nada boa. Aterrissam no Rio de Janeiro com a tarefa de dar uma ajeitada por aqui. Para isso utilizam-se de todos os seus “poderes mágicos circenses musicais”. Tubas, acrobacias, trombones, malabarismos, trompetes, contorções, saxofones, mágicas e percussões são as armas de transformação. Será que terão sucesso nessa missão aparentemente impossível?