Senac
 
Fecomercio
Rio de Janeiro

Sesc Copacabana

Notícias

Exposição internacional com realidade virtual, idealizada pelo canadense Robert Lepage, revela o lado mítico e filosófico das bibliotecas no Sesc Copacabana

A partir do dia 12 de setembro, exposição imersiva “A Biblioteca à Noite” ocupa o pátio do Sesc Copacabana. Trabalho é inspirado no livro de mesmo nome do escritor argentino Alberto Manguel


publicado em 04-09-19

imprimir

De 12 de setembro de 2019 a 26 de janeiro de 2020, o Sesc Copacabana recebe "A Biblioteca à Noite", exposição imersiva imaginada e realizada pelo diretor canadense Robert Lepage e a Companhia Ex Machina, e inspirada no livro de mesmo nome do escritor argentino Alberto Manguel. Com entrada gratuita, a visitação será somente mediante agendamento prévio pelo site https://abibliotecaanoite.sescrio.org.br.

A exposição oferece aos visitantes uma experiência ao mesmo tempo cenográfica e virtual, seguindo um roteiro de 10 bibliotecas, reais ou imaginárias. É um convite a uma viagem de Sarajevo até a Cidade do México, passando pela mítica biblioteca de Alexandria até o fundo dos mares a bordo do Nautilus, das “Vinte Mil Léguas Submarinas”, de Júlio Verne. Além disso, os visitantes poderão, até dezembro, participar de seminários e outras ações integradoras, como shows e saraus poéticos, espetáculos teatrais, oficinas e feiras de troca de livros. 

O primeiro espaço é uma reprodução da biblioteca francesa do próprio Alberto Manguel, permitindo que o público adentre em seu universo enquanto se aclimata à relativa escuridão que caracteriza a exposição. A segunda sala, a floresta, é o coração da experiência cenográfica. Ao percorrer o local repleto de árvores, o visitante contrasta o espaço com a ordem e o rigor que caracterizam as bibliotecas. Neste local, usando óculos de vídeo tridimensional, o público é transportado para uma realidade virtual, explorando a tecnologia de imersão conhecida como 3D 360 ° VR.

 

MANGUEL, O ESCRITOR

Nascido em Buenos Aires no ano de 1948, o escritor Alberto Manguel viveu em Israel e no Taiti até se mudar para Toronto nos anos 1980, onde se tornou cidadão canadense. Atualmente, Manguel é diretor da Biblioteca Nacional da Argentina, cargo ocupado anteriormente por Jorge Luis Borges. No livro “A Biblioteca à Noite”, o autor discute as dimensões filosóficas, lógicas, arquitetônicas ou sociais que fundamentam a existência de qualquer biblioteca.

“Como a memória, uma biblioteca funciona de maneira diferente à noite. Durante o dia, você tem a sensação que cada título é oferecido a você com equidade, democraticamente. Mas à noite, alguns volumes desaparecem enquanto outros se afirmam no halo de sua luz.” (Alberto Manguel)

 

LEPAGE, O CENÓGRAFO MULTIARTISTA

Robert Lepage é artista multimídia e encenador premiado, fundador da Ex Machina, companhia de produção multidisciplinar com quem realiza espetáculos teatrais, óperas, vídeos, filmes e projetos expositivos. Com a companhia, concebeu a exposição “A Biblioteca à Noite” em 2016, para celebrar o 10º aniversário da Biblioteca e Arquivos Nacionais de Quebec em janeiro de 2016. Em 2017, o trabalho é exibido na Biblioteca Nacional da França.  Depois de passar por Moscou, Nantes, Tarbes e São Paulo, no Sesc Avenida Paulista, a exposição chega ao Rio de Janeiro.

 

LISTA DAS BIBLIOTECAS DA EXPOSIÇÃO

VÍDEOS
 

 

SERVIÇO

A Biblioteca à Noite
Sesc Copacabana – Rua Domingos Ferreira, 160
Data: De 12 de setembro de 2019 a 26 de janeiro de 2020
Dias: De terça* a domingo
Horários: Das 9h30 às 20h
Valor: Entrada Gratuita (a visitação será somente mediante agendamento prévio pelo site https://abibliotecaanoite.sescrio.org.br)
*Às terças serão exclusivas para agendamento de grupos.
Classificação etária: 10 anos