Senac
 
Fecomercio
Rio de Janeiro

Notícias

Sesc RJ derrota o Fluminense e é campeão do Campeonato Carioca

Equipe feminina do técnico Bernardinho recupera o título e conquista o carioca pela 13ª vez. Time agora volta suas atenções para a Supercopa e Superliga, a partir da próxima semana


publicado em 09-10-17

imprimir

O time de vôlei feminino do Sesc RJ é campeão do Campeonato Carioca após derrotar o Fluminense neste domingo (08.10)  por 3x1, com parciais de 25x17, 25x21, 24x26 e 25x22. Com essa vitória, a equipe do técnico Bernardinho recupera o título de campeão carioca que foi seu por 12 anos consecutivos, até o ano passado quando havia sido derrotado no último ano pelo Tricolor.

O jogo começou os dois primeiros sets com o grupo do Sesc RJ mais afinado que na partida anterior, com melhores jogadas de defesa e contra-ataque. No terceiro set, com as mudanças no time do Fluminense, o Sesc RJ demorou um pouco a se encontrar, mas se recuperou com rapidez no quarto set.

“Nos nossos primeiros jogos nessa temporada, saímos com um saldo positivo de duas vitórias contra o Fluminense e recuperamos o título de campeões cariocas. Esse é um adversário que vamos encontrar na Superliga então essas vitórias são ainda mais importantes. Agora estamos nos preparando para a Supercopa, contra o Camponesa/Minas, jogo que com certeza será duríssimo, mas estamos preparadas e confiantes de que vamos sair com a vitória”, comenta a ponteira Gabi Guimarães. 

SUPERCOPA E ESTREIA NA SUPERLIGA – Agora o time feminino do Sesc RJ volta suas atenções à Supercopa, competição que confronta os vencedores da Superliga e da Copa do Brasil. Como conquistou as duas competições na temporada passada, a equipe enfrentará o Camponesa/Minas, vice-campeão da Copa do Brasil. A partida será em Fortaleza, dia 13/10, às 21h30. No dia 17, o time vai a São Paulo onde estreia na Superliga 2017-18 contra o Sesi-SP, às 21h30. 

PROGRAMA SESC ESPORTE – Os times de vôlei feminino e masculino do Sesc RJ integram o pilar de Rendimento Esportivo do Programa Sesc Esporte, que busca melhorar a qualidade de vida de crianças, adolescentes e adultos por meio da prática esportiva. Com os times de alto rendimento, formados por atletas de referência na modalidade, o Sesc RJ inspira esse público a praticar atividade física e adotar hábitos saudáveis no seu dia a dia. Um ano após o lançamento das equipes, os resultados nesse pilar são os títulos do Campeonato Carioca e da Superliga B (masculino), além da conquista da Superliga e do vice-campeonato no Mundial de Clubes 2017 (feminino).

No pilar de Iniciação e Formação Esportiva (4 a 17 anos), houve um aumento de 36% no número de alunos inscritos em modalidades esportivas, passando de 2.800 alunos inscritos em agosto de 2016 para 3.800 em agosto 2017. Já o pilar Condicionamento Físico (acima de 18 anos) registrou aumento de 12% em número de inscritos em agosto de 2017 em relação ao mesmo mês do ano passado, passando de 7.200 para 8.050 alunos. No total dos dois pilares, agosto de 2017 registrava 13.200 alunos contra 11.800 do mesmo mês de 2016. São oferecidas 27 modalidades, sendo 18 esportivas e 9 de condicionamento físico.

RESULTADOS DO PROGRAMA SESC ESPORTE

Pilar Rendimento Esportivo (times masculino e feminino):
Feminino
- Campeão da Superliga 16/17
- Vice-campeão Mundial 2016
- Campeão Sul-americano 2016

Masculino
- Campeão da Superliga B  16/17 (Conquista da vaga na Superliga)
- Campeão Estadual 2016

Pilar Iniciação e Formação Esportiva – modalidades esportivas (4 a 17 anos):
- Aumento de 36% em relação ao mesmo período de 2016
- 2.800 alunos inscritos em agosto de 2016 para 3.800 alunos inscritos em agosto de 2017 – alunos de 4 a 17 anos
- 1.300 alunos inscritos acima de 18 anos

Pilar Condicionamento Físico – aulas de bem-estar (acima de 18 anos)
- Aumento de 12% em relação ao mesmo período de 2016
- 7.200 alunos inscritos em agosto de 2016 para 8.050 alunos inscritos em agosto de 2017 – incluindo a modalidade Balé

TOTAL PROGRAMA SESC ESPORTE
Total de alunos do Programa Sesc Esporte (esporte e bem-estar): 13.200 em agosto de 2017 contra 11.800 em agosto de 2016