Senac
 
Fecomercio
Rio de Janeiro

Notícias

Sesc RJ no Esporte e Bem-Estar: O gosto pelo esporte desde a infância

Programa de Iniciação Esportiva do Sesc RJ trabalha desenvolvimento corporal e aptidões que vão além do futebol


publicado em 10-09-19

imprimir
 

A vivência no esporte desde pequeno, em uma proposta de desenvolvimento e gosto pela atividade física que vai além de uma mera competição – e da "escolinha de futebol". Esta é a principal bandeira do "Sesc RJ no Esporte e Bem-Estar – Iniciação esportiva", projeto que procura disseminar, de forma educativa e inclusiva, a prática em diferentes modalidades, desde futebol, vôlei e lutas até esgrima.

O programa está presente em 17 unidades da instituição no estado e atualmente reúne cerca de 900 inscritos e 200 profissionais de Educação Física. A iniciação esportiva contempla atividades para crianças a partir dos quatro anos de idade, com foco no desenvolvimento corporal.

“Ainda vivemos na cultura do futebol. E no conceito de iniciação esportiva, as crianças vivenciam as mais diversas modalidades. Desta forma, estimulamos seus diferentes segmentos de inteligência, para que tenham aprendizados reais, desenvolvendo autoconhecimento e percepção, bem como consciência corporal e mental dos caminhos com os quais ela melhor se identifica, seja no esporte ou em outros segmentos”, destaca Fernando Alves, gerente de Lazer do Sesc RJ.

Tudo começa com uma avaliação psicomotora de cada participante. Depois, na primeira etapa, até os sete anos, os pequenos trabalham gestos e movimentos através de jogos e brincadeiras. É nesta fase que a criança começa a ter noções de equilíbrio e desenvolve coordenação motora, autoconhecimento corporal, criatividade e socialização. 

Se a primeira etapa é de conhecimento do corpo e suas capacidades, na segunda fase, de sete a 10 anos de idade, começa a experimentação das modalidades esportivas. Sempre sem compromisso com a performance ou execução correta dos movimentos. 

“Só de a gente tirar o caráter da cobrança de performance, já dá aquela liberdade à criança. Não tem aquilo de ser o último a ser escolhido. Envolvemos todos e daí acompanhamos como cada um vai melhorar ou desenvolver. Claro que temos jogos e torneios, mas as competições são vistas com outro olhar”, explica Viviane Oliveira, coordenadora da Gerência de Lazer do Sesc RJ.

É na terceira parte do programa, a partir dos 11 anos, que a criança começa a ir para o esporte com o qual mais se identifica e começa a trabalhar especificamente a modalidade. Entre as atividades, há até esgrima e tênis de mesa. Os equipamentos para a prática desses e outros esportes são fornecidos graças a parcerias com federações, e os materiais são compartilhados.

Desta forma, não são raros os casos de jovens que acabam indo para clubes para treinar nos esportes que escolheram naturalmente. “Quando percebemos talentos que se destacam, indicamos locais onde possam praticar, se for da vontade da criança e da família. E eles já chegam nos clubes com a vivência motora daquela modalidade e desenvolvendo o movimento perfeitamente”, diz Viviane.

Mas formar atletas é apenas uma consequência natural do "Sesc no Esporte e Bem-Estar – Iniciação Esportiva". Inclusão social, valorização dos níveis de aptidão de cada participante, fortalecimento da auto-estima e desenvolvimento corporal fazem parte da linha pedagógica do projeto. 

“Nossas atividades são inclusivas, não promovemos turmas específicas. No Sesc RJ, todos são tratados de forma igual, respeitando suas individualidades. Nossas equipes são capacitadas e atualizadas, seguindo as melhores práticas e tendências dos segmentos de bem-estar e qualidade de vida. Com o único propósito de promover as melhores vivências não só às crianças, mas à sociedade como um todo”, ressalta Fernando Alves.

Tudo com um objetivo final, que é desenvolver nas crianças a rotina da atividade física e evitar a evasão da prática esportiva, que atinge 47% dos adolescentes entre 11 e 13 anos no mundo. E, desta forma, combater o sedentarismo. O Rio, por exemplo, é o estado mais sedentário do Brasil: 81% da população fluminense não pratica atividade física.

As inscrições para a Iniciação Esportiva do Sesc RJ têm preços acessíveis, que variam entre R$ 38 e R$ 65. Também há vagas gratuitas para crianças com renda familiar de até três salários mínimos. Mais informações em sescrio.org.br/programacao/iniciacao-esportiva-geral. Ou nas unidades Barra Mansa, Campos, Duque de Caxias, Engenho de Dentro, Madureira, Niterói, Nova Friburgo, Nova Iguaçu, Quitandinha, Ramos, São Gonçalo, São João de Meriti, Teresópolis, Tijuca e Três Rios.