Senac
 
Fecomercio
Rio de Janeiro

Notícias

Um palacete cheio de história

Unidade se estabeleceu na Mansão Figner, no Flamengo


publicado em 19-02-15

imprimir

O Arte Sesc já nasceu repleto de história. Localizado na Rua Marquês de Abrantes, no Flamengo, a unidade se estabeleceu em uma construção de 1912, com arquitetura eclética, antiga moradia do empresário tcheco Frederico Figner. Importante empresário, que inaugurou as Casas Edison e trouxe para o Brasil os primeiros equipamentos de som e luz, como fonógrafos, gramofones e kinetoscópios. Figner, que fundou a primeira gravadora musical no Brasil, a Odeon - e difundiu a música brasileira na Europa, construiu o imóvel para morar com a família, formada por ele, esposa e seis filhos.


Casarão abriga atualmente a unidade Arte Sesc | Foto: Antônio Pinheiro

Exemplo claro do ecletismo na arquitetura da cidade, a casa é um exemplar raro da chamada "casa burguesa" do início do século XX. Representa a busca do status social e retrata toda a preocupação da época com conforto, novos padrões de higiene e condições de habitabilidade, difundidos a partir da administração do prefeito Pereira Passos. Na época da aquisição pelo Sesc, o estado de conservação da casa era bastante precário, em decorrência do longo período em que ficou sem manutenção. Por meio de um intenso trabalho de pesquisa, as equipes de recuperação conseguiram chegar próximo aos padrões originais da arquitetura do início do século XX e buscando recuperar as cores da pintura, os revestimentos nas paredes, nos tetos e nos pisos.

Tombada em novembro de 95, a mansão foi reformada pelo Sesc e transformada em Arte Sesc, unidade que abriga, em suas cinco salas, mostras de artes com várias temáticas. Anexo ao casarão, há também um auditório situado no andar térreo do edifício em que funciona a sede administrativa do Sesc no Rio de Janeiro.

Já passaram pelo espaço exposições como “Memórias do Comércio”, “Leonardo Da Vinci”, “Chanel”, “Cristo Redentor”, “Braguinha”, entre outras.

Visite!