Senac
 
Fecomercio
Rio de Janeiro

Notícias

FITA conta com sete estreias nacionais

Confira quais são os espetáculos que vão estar em cartaz primeiro na FITA 2016


publicado em 24-05-16

imprimir

A temporada de estreias está aberta! Na FITA, o público tem a oportunidade de ver pela primeira vez grandes produções teatrais que ainda vão circular por todo o país – e aplaudir primeiro, também.  Tem espetáculos para todas as idades e gostos: de musical a comédia romântica, de Nelson Rodrigues a Tchekhov e de textos adultos a temas sobre a adolescência. São sete estreias imperdíveis.

Love Story - O Musical
4/6 -
Espetáculo musical que acompanha a bela história de amor entre os jovens Oliver Barrett IV, de família rica, tradicional e influente, e Jennifer Cavalleri, filha de um padeiro e estudante de música que sonha conhecer Paris e que transborda alegria e bom humor. Tomados por uma paixão avassaladora, eles resolvem se casar. Acompanhados por uma orquestra de cordas composta por piano, violinos, violoncelo, viola, violão e contrabaixo, atores trazem uma das maiores histórias de amor de todos os tempos. Com Kacau Gomes, Fabio Ventura, Sergio Menezes, Ronnie Marruda, Flavia Santana, Ester Freitas, Rafaela Fernandes, Suzana Santana, Caio Giovani, Raí Valadão e Emílio Farias. Texto de Stephen Clark e Howard Goodall. Direção de Tadeu Aguiar. 19h30. 10 anos.



Vaidades e Tolices
4/6 -
Espetáculo formado por duas comédias em um único ato: “O Urso” e “O Pedido de Casamento”, duas comédias de costumes cheias de ação e de jogos de linguagem. Giram em torno da sedução amorosa por parte de viúvas e senhoritas que visam fisgar um marido. Duas peças curtas que têm um traço em comum: o impagável humor com que são construídas. Com Marcelo Escorel, Flávia Fafiães, Edmundo Lippi, Rafael Canedo e Isabella Dionísio. Texto de Anton Tchekhov. Direção de Sidnei Cruz. 21h45. 14 anos.



Sempre amigos
9/6 -
Triângulo amoroso é a temática dessa comédia romântica envolvendo adolescentes. Seus medos, desejos e sonhos. Uma peça ágil, com tiradas rápidas, dessas que fazem rir e chorar por tocar o adolescente sensível, romântico e assustado que sempre vai existir dentro de cada um de nós quando estamos apaixonados. Com Camila Mayrink, Guilherme Hamacek e Rafael Vitti. Texto e direção de Pedro Jones. 19h30. 10 anos.



Lívia
11/6 -
Um espetáculo que leva à reflexão sobre as escolhas. Três casais interpretam o casal Lívia e Felipe, em diversas situações. Um retrato poético da trajetória de uma mulher, tão simples e incrível quanto qualquer outra, que vê seus planos completamente adulterados pelos acontecimentos que a vida lhe impõe, que descobre que nem tudo acontece como se espera. A montagem propõe uma reflexão sobre como o nosso relacionamento, seja consigo mesmo ou com o outro, pode modificar e (re)definir a nossa vida. Com Licínio Januário, Aline Prado, Maicon Rodrigues, Sol Menezzes, Paola Poliny e Antônio Carlos Bernardes (Mussunzinho). Texto de Licínio Januário. Direção de Felipe Fagundes. 18h. 12 anos.

O último capítulo
18/6 -
Berenice, uma romântica e sonhadora diarista, volta do trabalho mais cedo para acompanhar o último capítulo de sua novela preferida. Porém um fato a impede. O que fazer então? Conversar. Berenice e Dagoberto, seu marido, um flamenguista doente e desempregado crônico, acabam colocando em xeque seu conflituoso casamento, questionando o porquê de os dois viverem juntos. A transmissão do último capítulo é apenas um pano de fundo para a discussão da relação entre casais nos tempos atuais. Com Mariana Xavier e Paulo Mathias Jr. Texto de Alexandre Morcillo e Clóvis Corrêa. Direção de Marcio Vieira. 21h45. 12 anos.



Escangalha
18/6 -
A peça traz os humoristas Jeffinho Farias, Felipe Absalão e Gigante Léo. Com direção de Hélio de La Peña, o espetáculo reúne diferentes estilos de comédia e diferentes estereótipos. Seu intuito: fazer com que o público se escangalhe de rir. A ideia é brincar no palco com os três tipos: um malandro carioca cego, um anão e um gordo cheio de malícia. 23h. 14 anos.



A vida como ela é
19/6 -
O espetáculo se debruça no universo de Nelson Rodrigues. Handrey mergulha em nova montagem a partir de contos selecionados de A vida como ela é, na qual, além de temas como loucura, incesto, traição, pecado e desejos imorais, opta ainda pelas cenas de nudez, mostrando o ser humano em seu momento mais íntimo, sem arquétipos sociais, em sua essência e plenitude. Com Higor Nery, Ingrid Pedroza, Jeferson Hentz, Juliana Faddoul, Leandro Fazolla, Leno Lopes, Mariah Duarte, Paulo Téspis, Rafa de Martins,Tadeu Tannouri, Vanessa Figueiredo, Victor Grimoni e Gabrielle Asevedo. Direção de Cláudio Handrey. 21h45. 18 anos.

Para mais informações, como a programação completa e informações sobre ingressos, acesse www.fita.art.br