Senac
 
Fecomercio
Rio de Janeiro

Notícias

Sesc RJ encara o Sada Cruzeiro pela Superliga masculina de vôlei

Equipe carioca tem confronto direto pelo topo da tabela, fora de casa, nesta quarta-feira (27)


publicado em 26-11-19

imprimir

O Sesc RJ terá um grande desafio na Superliga masculina de vôlei nesta quarta-feira (27), às 19h30. A equipe carioca irá a Betim, em Minas Gerais, para enfrentar o Sada Cruzeiro, em duelo antecipado, válido pela sétima rodada da competição. Em duelo direto pelas primeiras posições na tabela de classificação, o time carioca, terceiro colocado com 10 pontos, quer arrancar um triunfo fora de casa para ultrapassar o rival mineiro, segundo, com 11. O SporTV transmite a partida.

Experiente, e com uma história muito longa vestindo a camisa do rival desta quarta, o oposto Wallace sabe que não há tempo para lamentar o revés do último sábado, diante do Vôlei Renata. Até porque para superar o adversário de agora será preciso estar com a cabeça no lugar e com o saque em dia.

“A gente não tem muito tempo para remoer a derrota, assim como não temos para as vitórias. A Superliga exige que a gente vire a página rápido e precisamos colocar a cabeça no lugar. Sabemos que cometemos algumas falhas que não podem mais acontecer. Precisamos diminuir drasticamente o número de erros, principalmente os de saque. Isso é o que nos fará ganhar do Sada Cruzeiro ou de qualquer equipe grande”, analisou Wallace, alertando para outro ponto de atenção nesta quarta.

“Sabemos que eles têm um potencial grande no saque. Então será preciso segurar a recepção para desacelerar o ritmo deles”.

O técnico Giovane também destacou fundamento como a chave para o confronto com o Sada Cruzeiro. Para ele, o Sesc RJ precisará encontrar a fórmula certa para diminuir os erros, segurar a agressividade adversária e também ser agressivo.

“O Sada tem um poder de ataque muito grande e conta com um elenco muito forte. Por isso, sacar bem vai ser imprescindível. A tendência é de um jogo decidido nos detalhes e treinamos muito forte para entrar em quadra e ter uma boa atuação. Será essencial para a gente também contar com todos os jogadores. Espero contar com a força máxima”, finalizou o treinador, que não pode contar com o ponteiro argentino Jan Martinez, que se recuperava de uma gripe, no último compromisso pela Superliga.

Fotos: Erbs Jr.

Mesa Brasil Sesc RJ

Os jogos das equipes feminina e masculina de vôlei do Sesc RJ disputados no Rio de Janeiro têm como entrada 2kg de alimentos não perecíveis, destinados ao ‘Mesa Brasil Sesc RJ’, programa social do Sesc RJ que visa a minimizar os efeitos da fome e do desperdício. Criado em 2000, o Mesa Brasil Sesc, no estado do Rio de Janeiro, recolhe doações de produtos alimentícios em condições de consumo, ainda que eventualmente com baixo valor comercial, e os distribui a instituições de assistência social previamente cadastradas, como asilos, creches, orfanatos, entre outras instituições. O programa atende no estado do Rio de Janeiro a mais de 850 instituições sociais, tendo uma abrangência superior a 90% dos municípios fluminenses. Além das doações, as entidades também recebem mensalmente ações educativas com o objetivo de ensinar o aproveitamento integral de alimentos, com a utilização de cascas, sementes e talos, na elaboração de receitas nutritivas e saborosas.

Os alimentos podem ser trocados por ingressos com antecedência nas unidades do Sesc RJ e em dias de jogos nas bilheterias do Ginásio Álvaro Vieira Lima (Tijuca Tênis Clube), sempre duas horas antes do início das partidas.