A Palavra Líquida, do Sesc RJ, começa nesta terça (5/10) com programação 100% composta por mulheres

Em sua 6ª edição, evento literário “A Palavra Líquida” reunirá em ambiente virtual nomes como Clara Averbuck, Elisa Lucinda, Lubi Prates, Tatiana Salem Levy, Ana Maria Gonçalves e Cristiane Sobral. Programação contará com oficinas de escrita criativa, intervenções poéticas e saraus, além de atrações em artes visuais, cinema, teatro e música. Agenda girará em torno do tema “Feminismos: Corpos múltiplos”.

Nesta terça-feira (5/10), tem início a 6ª edição do A Palavra líquida, evento do Sesc RJ que reúne expoentes da literatura contemporânea em oficinas e debates, além de atrações artísticas de outras linguagens que dialogam com as letras. A programação, que se estende até o dia 10/10, é inteiramente gratuita e realizada em ambiente virtual. As transmissões serão pelo YouTube Sesc RJ, Instagram (@sescrio e @sescniteroi) e plataforma Teams, no caso das atividade formativas.

Nesta edição, o evento traz uma programação 100% composta por mulheres e que girará em torno do tema “Feminismos: Corpos múltiplos”. A ideia é provocar a reflexão em torno da amplitude do feminino, suas tensões e diferentes realidades, bem como as muitas compreensões contemporâneas que visam dar voz e representatividade às perspectivas de cada uma

Escritoras como Clara Averbuck, Lubi Prates, Tatiana Salem Levy, Ana Maria Gonçalves, Cristiane Sobral, Cecília Floresta, Rosane Borges, Luisa Benevides, Priscila Obaci e integrantes do Coletivo Mulheres que Escrevem estão entre as atrações do evento, em debates, intervenções poéticas, saraus e oficinas de escrita criativa. A atriz, cantora e poeta Elisa Lucinda participa da programação com o show poético “Palavra é Poder”. Lia de Itamaracá é uma das participantes do sarau “Poesia até o fim!”

Pesquisadoras, professoras e ativistas sobre temas relacionados a cor, gênero e classe também participam dos debates. Entre elas estão Vanusa Maria de Melo, reconhecida por um projeto de mediação literária a detentos do Rio de Janeiro; Giovana Xavier, historiadora, professora doutora da Faculdade de Educação da UFRJ e criadora do Grupo de Estudos e Pesquisas Intelectuais Negras; e Joyce Gravano, criadora de um espaço de aprendizagem em São Gonçalo voltado a reforço escolar e preparatório para concurso para mulheres em vulnerabilidade e pessoas egressas do cárcere.

ARTES VISUAIS
A partir de terça-feira, o público poderá fazer uma visita virtual à Exposição Sororidade, instalada na unidade Sesc Niterói. A mostra conta com obras produzidas por quatro mulheres atravessadas por questões interseccionais, mas unidas no enfrentamento da misoginia nos espaços das artes. São elas Amanda Freitas, Day Rosa, Dolores Esos e Mila Marques.

MÚSICA
Também no dia de abertura, acontece, às 20h, o live-show de Bia Ferreira e Doralyce. Elas são artistas do Coletivo Colmeia 22, um efervescente laboratório criativo que atua no cenário da Cultura com temas que remetem à vida coletiva, afetos e forças transformadoras.

TEATRO
No dia 8/10, às 20h, tem sessão virtual do espetáculo “Para Não Morrer”, da atriz e diretora paranaense Nena Inoue, a partir da obra “Mulheres”, de Eduardo Galeano. Com dramaturgia da Francisco Mallmann, a peça aborda temáticas feministas, atreladas a questões políticas e recupera a biografia de várias mulheres históricas, cuja importância a perspectiva dominante reduziu, deturpou ou simplesmente ignorou.

CINEMA
Na quarta-feira, dia 6/10, às 20h, ocorre a exibição e bate-papo sobre três filmes cujas perspectivas de suas cineastas revelam diferentes olhares dentro do universo feminino. São eles “Café com Rebu”, “Mais que um corpo” e “TEKO HAXY – ser imperfeita”. Participam do papo virtual as diretoras Danny Barbosa, Ana Squilante e Sophia Pinheiro. No dia 7/10, às 21h30, ocorre a transmissão do filme “Chega de fiu-fiu”, dirigido por Amanda Kamanchek e Fernanda Frazão, que narra a história de Raquel, Rosa e Teresa, moradoras de três cidades brasileiras, que, por meio de ativismo, arte e poesia, resistem e propõem novas formas de (con)viver no espaço público. Já no dia 8/10, às 21h30, será a vez do filme “Com o terceiro olho na terra da profanação”, que retrata o cotidiano de três garotas de Nilópolis, que se revela uma cidade misteriosa.

Clique aqui para acessar a programação completa.

Serviço:

A palavra Líquida 2021
“Feminismos: Corpos múltiplos”
De 5 a 10 de outubro de 2021
YouTube Sesc RJ
Instagram: @sescrio e @sescniteroi
Programação do projeto A Palavra Líquida completa aqui.

Fique por dentro das iniciativas do Sesc RJ clicando aqui e acompanhando nossas redes (YouTubeInstagram e Facebook). #SescRJCultura

Outras Notícias

Ver todas as notícias
Teatro Múcio da Paixão

Teatro Múcio da Paixão, no Sesc Campos, será aberto ao público no dia 11 de dezembro depois de reforma

Veja mais
comprovação de vacinação

Apresentação de comprovação de vacinação contra Covid-19 nos espaços Sesc RJ

Veja mais
Descolonizando a ciência

Escritores Monique Malcher e Edimilson de Almeida Pereira levam os maiores prêmios literários do país 

Veja mais
Natal Sesc RJ

Natal Sesc RJ: Acendimento das luzes e programação na Praça Getúlio Vargas abrem o projeto em São João de Meriti neste sábado

Veja mais