Empreendedorismo e alimentação saudável

Empreendedorismo na alimentação saudável: um case de sucesso

A RG – Alimentos Funcionais é um case de sucesso que uniu empreendedorismo e alimentação saudável. Nosso Analista de Projetos Sociais da Unidade Sesc Madureira, Daniel de Freitas Pereira, entrevistou sua idealizadora, Raquel Gonzalez.

Há cerca de um ano e meio, Raquel Gonzalez Aquino, 43 anos, recebeu o resultado dos seus exames e não gostou nada do que viu: esteatose hepática grau 2, mais conhecida como gordura no fígado. Foi o estopim para mudar de estilo de vida.

Moradora de Arujá, cidade que fica cerca de 40 km da capital paulista, largou o cigarro, parou de ingerir bebida alcoólica e investiu em atividades físicas.  E, claro, mudou sua alimentação. Em três meses começou a ver resultados não somente na aparência, como também no humor, na disposição e nos exames também.

Daí veio a ideia de investir em venda de comida saudável, ou melhor, funcionais, e surgiu a RG – Alimentos Funcionais, que oferece marmitas com alimentação balanceada e também geleias dos mais variados sabores. Isso tudo com muito charme até nas embalagens. Outras mudanças foram necessárias também. Mas, neste caso, mudanças tecnológicas: avessa aos aplicativos de mensagens teve que instalar o whatsapp para ter contato mais próximo com a clientela.

Confiram a entrevista com Raquel Gonzalez:

Sesc: Há quanto tempo você começou a empreender no ramo de marmitas de comida saudável? Foi sua primeira e única opção de empreender?
Raquel: Em fevereiro de 2019, fiz os cursos gratuitos para microempreendedor do Sebrae e, durante os cursos, fui alinhando e delineando melhor a ideia. O meu facilitador me indicou vários eventos e feiras de tendências gastronômicas e, assim, consegui definir a ideia e a missão da RG. Essa é a segunda vez q empreendo, a primeira foi quando ainda morava no Rio de Janeiro e fiz cursos (de costura e estilo) profissionalizantes no Senac e trabalhei com customização. 

Sesc: Você buscou ajuda profissional para formalizar seu negócio?
Raquel: Sim, junto a instituições especializadas na área.

Sesc: Foi difícil e custou caro?
Raquel: Difícil, não, burocrático, sim. Tão burocrático, que, em minha opinião, o brasileiro prefere a informalidade pra não “ter trabalho”!

Sesc: Como você divulga seu negócio? Você tem um público específico?
Raquel: Divulgo nas redes sociais, na academia que frequento e faço distribuição de cardápios impressos em papel reciclável no comércio local. 

Sesc: Você já conseguiu recuperar o investimento inicial?
Raquel: Já. Graças ao conhecimento adquirido nos cursos, consegui começar quase sem verba para investir e capitalizar rapidamente! 

Sesc: Você tem assessoria de algum nutricionista para elaborar o cardápio?
Raquel: Sim, para aumentar a “saudabilidade” de cada prato.

Sesc: Este nicho de mercado (de marmitas fit) está saturado ou você acha que ainda tem muito que crescer?
Raquel: Sim, está bastante saturado, mas sempre há nichos que ainda não são/foram explorados. Alimentação é um campo tão vasto quanto essencial. Conforme mudamos nossos hábitos e agregamos costumes ao nosso dia a dia, é possível criar novos leques de oferta!

Sesc: Que dicas você pode dar para quem está interessado em empreender neste segmento?
Raquel: Trabalhar dentro de todas as normas e procedimentos de higiene que o segmento exige; fazer cursos dentro da área; ser fiel a sua ideia original, porque neste ramo a originalidade SEMPRE vence!

Assim como a Raquel, todos que empreendem enfrentam inúmeros desafios. O Sesc RJ desenvolve projetos para o desenvolvimento habilidades manuais e incentivo ao empreendedorismo.

O Sesc+ Criativo oferece cursos, oficinas e palestras nas modalidades: Trabalhos Manuais, Culinária, Cuidados Estéticos, Corte e Costura, Reparos Domésticos, Mídias Criativas, entre outros, apresentando ao participante técnicas de nível básico, despertando iniciantes para o empreendedorismo e contribuindo para a geração alternativa de renda.

As atividades ofertadas preconizam a inovação e qualidade na confecção e venda de produtos e serviços, valorizando o papel social do produtor/empreendedor, o processo criativo, uma cadeia de produção mais justa e a utilização de matérias primas econômica e ambientalmente sustentáveis.

Já a Incubadora Sesc de Empreendedorismo e Economia Criativa visa acelerar e qualificar o processo de formalização e criação de novos empreendimentos, por meio de orientação multissetorial, com o objetivo de aprimorar habilidades de negociação e gestão, ampliando as possibilidades de geração de renda, visibilidade e impacto social.

Fique por dentro das iniciativas do Sesc RJ clicando aqui.

Outras Notícias

Ver todas as notícias
Fórum Internacional Mesa Brasil

Fórum internacional discutirá a fome e o desperdício de alimentos

Veja mais
Guia sobre arduíno - Arte, Ciência e Tecnologia

ACT: Placa arduíno e suas funcionalidades

Veja mais

Sesc RJ leva atendimento odontológico móvel e gratuito a Queimados

Veja mais
Som do Sesc: Nando Reis e filho Sebastião apresentam live com abertura de Chico Chico

Maria Gadú é a atração do Som do Sesc deste sábado (25/9)

Veja mais