Descolonizando a ciência

Escritores Monique Malcher e Edimilson de Almeida Pereira levam os maiores prêmios literários do país 

Recentemente foram anunciados os vencedores de 2021 do Prêmio Jabuti e do Prêmio São Paulo de Literatura, Monique Malcher e Edimilson de Almeida Pereira, ambos de grande importância e referências no âmbito da literatura. O Prêmio Jabuti existe desde 1958, acontecendo anualmente, cujas premiações são separadas em quatro eixos: Literatura, Não Ficção, Produção Editorial e Inovação. O objetivo é valorizar escritores e de todos (as) os (as) profissionais envolvidos (as) na criação e produção de um livro. 

O Prêmio São Paulo de Literatura está em sua 14ª edição, contemplando um autor pela categoria “Melhor Romance de Ficção do Ano de 2020” e outro como “Melhor Romance de Ficção de Estreia do Ano de 2020”.

A escritora e artista plástica, Monique Malcher, levou o Prêmio Jabuti 2021 na categoria Conto com seu primeiro livro publicado  “Flor de gume”, lançado durante a pandemia pela Editora Jandaíra  – pequena e independente, com grande destaque no mercado editorial, segue amplificando vozes antes silenciadas, pelo cânone literário. Jandaíra é um nome de origem indígena que significa “inseto que produz mel”, e dá nome a uma espécie brasileira, nordestina, de abelha melífera, sem ferrão.  

O livro é composto por 37 contos, onde Monique se coloca e traz consigo tantas outras mulheres junto, através de histórias de amores, dores, sobrevivência e memórias.

Monique MalcherMonique Malcher nasceu em Santarém, no Pará e mora atualmente em São Paulo. Pesquisa quadrinhos feitos por mulheres desde a graduação, é mestre em Antropologia e doutoranda interdisciplinar de ciências humanas pela UFSC. É uma das coordenadoras do Clube de Escritoras Paraenses. Organizadora da coletânea Trama das Águas pela editora Monomito Editorial, que reuniu 57 escritoras paraenses.

Em seu Instagram, a autora escreveu sobre ter ganho o prêmio: 

[…] No dia 25 de novembro de 2021 Monique Malcher, neta de mulheres ribeirinhas, artistas, cabanas, indígenas do interior do oeste paraense, de uma cidade chamada Santarém, filha de professora… ganhou um dos maiores prêmios da literatura brasileira. E isso ninguém vai apagar. […] (MALCHER, 2021).

No mês outubro, tivemos o grande prazer de contar com a escritora na 6ª edição do projeto A Palavra Líquida – “Feminismos: corpos múltiplos”, ao lado de mais de 60 artistas/escritoras, com a apresentação de seu poema “Carqueja Amarga”, publicada no Instagram @sescrio.

O Prêmio São Paulo de Literatura 2021 ficou com o escritor Edimilson de Almeida Pereira, pelo seu romance “Front”, publicado pela editora Nós, onde narra a trajetória de um homem que se constitui a partir dos escombros de uma cidade hostil, montando o mosaico da sua subjetividade. 

Edimilson é poeta, ficcionista, ensaísta, professor e pesquisador da cultura e da religiosidade afro-brasileira. Graduado em Letras pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), onde fez também o mestrado em Literatura Portuguesa e em Ciência da Religião. Doutor em Comunicação e Cultura pela Universidade Federal do Rio de Janeiro; fez pós-doutorado em Literatura Comparada pela Universidade de Zurique. Atualmente é professor titular da UFJF.

O poeta tem como publicado também os romances “O ausente”, pela editora Relicário e “ Um corpo à deriva”, pela Macondo (finalista do prêmio Oceano), ambos em 2020.

No mês de maio deste ano, o poeta passou pela programação de literatura do SESC RJ, junto com a escritora Luciene Nascimento, conversando sobre Literatura Negro-Brasileira e Diversidade Cultural, integrando o projeto Arte em Cena. 

Em julho, compondo nosso Festival de Inverno, Edimilson de Almeida Pereira participou do bate-papo “Homenagem a Leonardo Fróes”, transmitido no Instagram @sescquintandinha, em comemoração aos seus 80 anos, contando com a presença do próprio homenageado e ao lado também de Micheliny Verunschk.

Fica aqui registrado, por toda equipe de Literatura e Biblioteca do SESC RJ, o nosso carinho, agradecimento e admiração a todos os escritores que construíram conosco a programação de 2021, e, nosso parabéns, em especial, a Monique Malcher e Edimilson de Almeida Pereira.

Acompanhe toda nossa programação pelo canal SESC RJ no Youtube, no perfil do Instagram, no grupo Rede de Bibliotecas SESC RJ no Facebook e por aqui, no site.

Equipe de Literatura Sesc RJ

Outras Notícias

Ver todas as notícias
Sesc RJ Flamengo

Sesc RJ Flamengo recebe o Brasília Vôlei e espera voltar a vencer na Superliga

Veja mais
sesc rj flamengo

Sesc RJ Flamengo sai na frente, mas leva virada de Osasco

Veja mais
sesc rj flamengo

Sesc RJ Flamengo encara o Osasco Vôlei fora de casa nesta sexta

Veja mais
Sesc Verão 2022

Sesc Verão 2022: Solidariedade e boa música de mãos dadas em Rio das Ostras

Veja mais