Fórum de Ideias no Quitandinha vai reunir nomes como Conceição Evaristo, Muniz Sodré e Jeferson Tenório

Encontros vão acontecer de 20 a 21 de julho no Café Concerto. Inscrições online iniciam no dia 8 de julho

Maior evento multilinguagem do país, o Festival Sesc de Inverno 2024 vai promover o Fórum de Ideias, voltado a provocar reflexão, debate e conversa sobre os rumos da arte, cultura e educação no país, com nomes como Conceição Evaristo, Nilma Lino Gomes, Jeferson Tenório e Muniz Sodré. O evento vai acontecer nos dias 20 e 21 de julho, no Café Concerto do Centro Cultural Sesc Quitandinha (CCSQ), em Petrópolis. A entrada é entrada gratuita. A inscrição prévia deverá ser feita neste link a partir de segunda-feira, 8 de julho. 

O verso “Nenhum Brasil existe. E acaso existirão os brasileiros?”, última linha do poema Hino Nacional, de Carlos Drummond de Andrade, será o dispositivo para as rodas de conversas. O desejo é criar um contraponto com o tema desta edição do festival, “Coisas do Brasil”, trazendo para o centro da conversa diferentes modos de existência e pensamento, no desejo de criar espaços de partilha a partir das diferenças que formam a geografia brasileira, sobretudo a geografia dos afetos.

A abertura do Fórum de Ideias acontece no dia 20/07, às 11h, com a conferência do sociólogo, professor e jornalista Muniz Sodré, que abordará o tema “O que é a identidade brasileira?”. Na sequência, acontecem os painéis da escritora e professora Bárbara Carine, idealizadora da primeira escola afro-brasileira do Brasil, com o assunto “A educação como via de superação do racismo estrutural”, e da professora da Universidade Federal de Minas Gerais e ex-ministra da Igualdade Racial, Nilma Lino Gomes, com o tema “Negritude e corporeidade negra”, às 14h; e da escritora e coordenadora do  Museu da Diversidade Sexual, Amara Moira, com “Manifesto por um Brasil transviado”, e do escritor Jeferson Tenório, que conquistou o Prêmio Jabuti com o livro “O Avesso da Pele”, com “Literatura e liberdade: os desafios da ficção brasileira na contemporaneidade”, às 16h. Já às 18h será a vez do coquetel de lançamento da segunda edição da revista de artes “Paquetá”. Tanto a conferência quanto os painéis serão mediados por Bianca Santana, jornalista e doutora em ciência da informação, autora de “Quando me descobri negra” e “Continuo preta: a vida de Sueli Carneiro”.

E em 21/07, às 16h, o público poderá assistir à conferência com a escritora e pesquisadora Conceição Evaristo com a abordagem “Tecido pelas Escrevivências, um outro Brasil”, seguida de reflexão e debate com a jornalista Flávia Oliveira. Antes disso, acontecem os painéis da escritora e psicóloga Geni Núñez sobre “Outros mundos possíveis”, e da crítica literária e curadora da Supersônica Livros, de audiolivros, Maria Stockler Carvalhosa, com o tema “Fecha a luz”, às 11h; e da escritora Cidinha da Silva sobre “Das alianças entre os povos originários e as pessoas negras”, e do compositor, cantor, multiartista e professor Tiganá Santana com o tema “A que serve ser brasileiro?”, às 14h, todos conduzidos por Bianca Santana.

Neste ano, a programação literária Festival Sesc de Inverno vai dar força a temas como brasilidade e pessoas negras. Uma das novidades é a volta do projeto Boca Suja, no qual poemas de grandes nomes da poesia nacional são impressos em guardanapos e distribuídos durante a programação do evento. Em 2024, a homenageada é a poetisa e escritora de obras infantojuvenis Roseana Murray, que recentemente se recuperou de um episódio de violência em Saquarema e está pronta para continuar presenteando os leitores com muitas histórias. “Viver é o milagre que nos guia” é uma das frases escritas pela autora em suas redes sociais.

O 22º Festival Sesc de Inverno se aproxima e traz, neste ano, uma pluralidade de exposições, intervenções e oficinas de 12 a 28 de julho, em 24 localidades do estado do Rio de Janeiro – a maior edição de todos os tempos. Baseado na multiplicidade do Brasil, o conceito do evento buscar resumir, a partir do acróstico “P-L-U-R-A-L” (P, de povos, L, de lugares, U, de união, R, de raízes, A, de artes e L, de linguagens) toda a riqueza cultural existente no país por meio de recortes artísticos em suas principais vertentes: cênica, visual, literária, musical e audiovisual. A programação completa será divulgada, em breve, no site https://festivalsescdeinverno.com.br/.

Confira as cidades/localidades que receberão o Festival Sesc de Inverno 2024:

Petrópolis
Teresópolis
Nova Friburgo
Itaipava (Petrópolis)
Valença
Grussaí (São João da Barra)
Tanguá
Porciúncula
Casimiro de Abreu
Magé (Piabetá)
Sana (Macaé)
Búzios
Vassouras
Barra de São João (Casimiro de Abreu)
Três Rios
Itaperuna (Raposo)
Penedo
Cabo Frio
Miguel Pereira
Silva Jardim
Cardoso Moreira
Campos do Goytacazes
São Gonçalo
Rio das Ostras

Acompanhe nossas notícias também em nossas redes (YouTubeInstagram e Facebook) e fique por dentro das novidades do Sesc RJ.

Outras Notícias

Ver todas as notícias
Festival Vale do Café

Festival Vale do Café: Teatro Sesc Rosinha de Valença recebe recital do violonista Turíbio Santos

Veja mais
curso preparatório gratuito para mestrado e doutorado

Sesc Nova Iguaçu oferece curso preparatório gratuito para mestrado e doutorado a pessoas negras e periféricas

Veja mais

Sucesso em BH, Renata Araújo apresenta clássicos da MPB em show no Sesc Teresópolis

Veja mais

Festival Sesc de Inverno: conheça as oficinas oferecidas pelo Senac e pelo Sebrae

Veja mais