superliga
Crédito: Gilvan de Souza / Flamengo

Superliga: Sesc RJ Flamengo abre mata-mata com vitória

Na Superliga, equipe do técnico Bernardinho supera o Sesi Bauru fora de casa e arranca na frente na luta por uma vaga na semifinal da competição.

O Sesc RJ Flamengo iniciou sua luta por uma vaga nas semifinais da Superliga Banco do Brasil feminina de vôlei com uma vitória muito importante nesta quinta-feira (11.03). Diante do Sesi Bauru, fora de casa, o time comandado pelo técnico Bernardinho passou por cima do retrospecto ruim que tinha diante do adversário nesta temporada e cravou 3 sets a 1 inapeláveis (25-18, 25-22, 26-28 e 25-21). Como está numa série melhor de três, resta à equipe carioca vencer novamente o segundo confronto, na próxima segunda-feira (15.03), em casa, no ginásio Hélio Maurício, na Gávea, para seguir na luta pelo seu 13º título da competição.

Sem contar com a levantadora Fabíola, que sentiu uma contratura na lombar em um treino e nem chegou a viajar para Bauru, o Sesc RJ Flamengo contou com o talento e a juventude de Juma. Eleita a melhor em quadra, ela ressaltou o empenho de todo o grupo e lembrou que o foco já está no segundo e decisivo jogo.

“Essa vitória representa força. E nosso time precisava de um up mesmo. Estávamos oscilando muito, mas nas quartas de final zera o campeonato. Jogamos em equipe. A gente jogou muito e treinamos muito para isso. Mas só foi um primeiro degrau. Ainda não acabou. Vamos descansar e focar, mas estamos um degrau na frente”, resumiu a levantadora.

Juciely foi uma das principais armas do Sesc RJ Flamengo

Mais experiente do elenco, com 40 anos, e há 11 temporadas no Rio de Janeiro, a central Juciely foi uma das principais armas do Sesc RJ Flamengo nesta quinta. Com 15 pontos marcados, foi dela a responsabilidade de colocar a última bola no chão. E numa china pode comemorar uma vitória há muito esperada.

“Sabemos que esse é o primeiro passo de uma guerra, de uma série longa e muito pesada, até porque do outro lado tem um grande time. A nossa vontade e a nossa coragem dentro de quadra fizeram com que ganhássemos o jogo. Conseguimos jogar como equipe, como time, uma coisa que não vínhamos conseguindo. Foi uma partida importantíssima para a nossa caminhada. Mas é só um passo”, analisou Juciely.

Apesar de ter cedido ainda 23 pontos em erros para o adversário, o Sesc RJ Flamengo oscilou menos que nos últimos compromissos. E de acordo com Juciely esse fator foi determinante para reverter a vantagem do Sesi Bauru nas quartas de final da Superliga e será, sem dúvida, no jogo do Rio, na próxima segunda.

“A gente vinha sofrendo muito com a falta de consistência e erros. E a tônica desse jogo foi realmente não errar tanto e, acima de tudo, imprimir nosso ritmo. Ainda pecamos um pouco no terceiro set, mas no quarto voltamos para o jogo. Tivemos lucidez e colocamos novamente o nosso ritmo e nossa alegria em quadra. Esse é o caminho”, finalizou.

A partida que pode decidir o primeiro semifinalista da Superliga feminina 20/21 será realizada às 19h e terá a transmissão do canal SporTV2. Se vencer, o Sesc RJ Flamengo está classificado.

Confira as notícias de Esporte do Sesc RJ clicando aqui!
Acompanhe nossas redes (YouTubeInstagram e Facebook). #SescRJEsporte #SescRJFlamengo

Outras Notícias

Ver todas as notícias
Sonora Brasil 2021

Sonora Brasil: a mistura de sons do nosso país

Veja mais
Vagas gratuitas - Inglês e Espanhol: Sesc RJ

Oficinas de inglês e espanhol: novas vagas online para diferentes níveis

Veja mais
Semana Nacional de Ciência e Tecnologia no Sesc RJ 2021

Semana Nacional da Ciência e Tecnologia no Sesc RJ

Veja mais
sesc+ social

SEDSODH e Sesc RJ promovem conferência sobre o papel da Assistência Social

Veja mais