Redução da circulação social traz benefícios ao meio ambiente
Crédito: Sustentabilidade-news-meio-ambiente

Outubro Urbano: reflexões sobre a vida nos espaços urbanos

Você sabia que no mês de outubro, além do Dia das Crianças e do Dia do Comerciário, temos outras datas muito importantes? Elas fazem parte do Outubro Urbano, e são o Dia Mundial do Habitat (dia 05) e o Dia Mundial das Cidades (dia 31). 

Outubro tem se tornado um mês especial para a reflexão sobre quais rumos nossas cidades estão tomando e o que pode ser feito para torná-las espaços com qualidade garantida. Afinal, mais da metade de toda a população mundial já vive em centros urbanos, conforme registrado em 2018, e com uma previsão de que chegue a 68% até 2050.

Ou seja, 2/3 de todas as pessoas do mundo estarão vivendo em cidades daqui a três décadas. No Brasil esse número é ainda maior, já que 86% dos brasileiros já vivem em cidades.

Esses fatos têm chamado a atenção das lideranças mundiais e fizeram com que a Organização das Nações Unidas (ONU), através da ONU-Habitat,  lançasse uma campanha anual chamada Outubro Urbano. Essa campanha agrega um amplo espaço de debate sobre a forma como as cidades estão crescendo e quais os parâmetros que devem ser seguidos para garantir o bem-estar humano nesse modo de vida.

O tema geral da campanha é Cidade melhor, vida melhor. E em 2020 estão sendo adotados os subtemas Habitação para todos e todas: um futuro urbano melhor e Valorizando nossas comunidades e cidades.

Desse modo, a campanha visa promover a Agenda Urbana (Declaração de Quito sobre cidades e assentamentos humanos sustentáveis para todos, definida em 2016), bem como a agenda 2030, mais conhecida como os ODS (Objetivos do Desenvolvimento Sustentável), especialmente o ODS 11 “Cidades e comunidades sustentáveis”, que descreve 10 metas a serem alcançadas para tornar as cidades mais inclusivas, seguras, resilientes e sustentáveis.

No Brasil, visando dar maior visibilidade ao Outubro Urbano, a ONU- Habitat criou desde 2018 o Circuito Urbano, que apoia e dá visibilidade a diversos atores que se engajam e promovem esse debate sobre os rumos que nossos centros urbanos estão tomando.

Juntos somos mais fortes e o Sesc RJ está nesse movimento desde o início….

O Sesc RJ faz parte do movimento  do Circuito Urbano desde o início, em 2018. Através de suas ações voltadas à educação ambiental, busca promover e colaborar para uma maior sustentabilidade urbana.

Em 2018, cinco programações do Sesc RJ foram certificadas pela entidade e mapeadas como parte do Circuito Urbano: Mostra Sesc+Verde (ligada a todas Unidades); Sesc+ Verde/Curso de Gestão de Resíduos (realizado na Unidade Madureira); Sesc+Verde/Roda de Conversa sobre Consumo Consciente e Sesc+ Verde/Oficina de Tecnologias Ambientais (realizadas pela Unidade São João de Meriti);  e Sesc+Verde/Roda de Conversa sobre Resíduos Sólidos e Responsabilidade Compartilhada (realizado pela Unidade Nogueira).

Em 2019, A ONU Habitat selecionou eventos relacionados ao tema “Cidades Inovadoras e Inclusivas” para celebrar o Outubro Urbano, com o objetivo de refletir sobre uma diversidade de questões urbanas e compartilhar conhecimentos e experiências para promover um futuro urbano melhor.

Ao todo, o Sesc RJ teve quatro de suas programações selecionadas: as Oficinas  “Construindo uma Horta Comunitária” e “Jardim Sensorial”, realizadas no Sesc Barra Mansa; a Mostra Sesc+ Sustentabilidade, que ocorreu no Sesc Nogueira;  e a Exposição A Casa Sustentável, realizada no Parque Radical.

Fique por dentro de outras notícias sobre Sustentabilidade clicando aqui.

Notícias relacionadas

Ver todas as notícias
Sesc RJ Flamengo estreia na Superliga Banco do Brasil Foto: Wander Roberto/Inovafoto/CBV

Com casos de Covid-19 confirmados, Sesc RJ Flamengo adia seus próximos jogos

Veja mais
prêmio sesc de literatura

Prêmio Sesc de Literatura lança os livros vencedores de 2020 em evento virtual

Veja mais
reabertura da piscina para nado livre em são Gonçalo - nível avançado

Raia Livre: treinos de natação para nível avançado

Veja mais
reabertura da piscina para nado livre em são Gonçalo - nível intermediário

Raia Livre: treinos de natação para nível intermediário

Veja mais