Sesc RJ enfrenta o Vôlei Um Itapetininga neste sábado pela Superliga masculina

O Sesc RJ terá o seu primeiro desafio fora de casa, pela Superliga masculina de vôlei, no ano de 2020. Contando com o apoio da sua torcida, a equipe comandada pelo técnico Giovane Gávio, conquistou, até então, três vitórias, em três partidas, neste ano. Foram dois duelos válidos pela Superliga e um pela Copa Brasil. No ginásio Ayrton Senna da Silva, em Itapetininga, as equipes entram em quadra neste sábado (18.01), às 18h, com transmissão do canal Vôlei Brasil.

Em quarto lugar na Superliga masculina, com nove vitórias em 12 compromissos e 27 pontos, o Sesc RJ segue firme na busca de um melhor posicionamento na tabela de classificação. E todo confronto é importante. Ainda mais fora de casa, e com a expectativa de casa cheia.

“É um jogo que gera bastante expectativa para a gente, também por ser fora de casa. Vamos encontrar uma equipe jovem, provavelmente com um ginásio cheio, então nos serve de preparação e de continuidade para a construção da nossa equipe. É um adversário que vem mostrando o seu valor, mesmo ainda estando um pouco abaixo dos grandes da Superliga. Espero que seja um grande espetáculo e que a gente consiga os três pontos”, afirmou o experiente levantador Marlon, capitão do Sesc RJ.

O confronto marcará o início de uma maratona de jogos decisivos do Sesc RJ. Depois do Itapetininga, o time carioca terá pela frente a semifinal da Copa Brasil, diante do Sada Cruzeiro, e espera avançar para disputar o título inédito da competição, em Jaraguá do Sul (SC). Depois, parte para Buenos Aires, onde disputará, a partir do dia 28 a Libertadores. Em virtude disso, um triunfo no interior paulista ajudaria, e muito, no aspecto psicológico.

“Sem dúvida é importante para o aspecto psicológico. A gente precisa pensar no nosso nível de jogo, na constância do nosso time, para que a gente continue evoluindo”, encerrou Marlon.

Transmissão

O confronto entre Sesc RJ e Vôlei Um Itapetininga terá transmissão do Canal Vôlei Brasil através do Pay Per View. Os torcedores do Sesc RJ que queiram fazer a assinatura de um plano terão 10% de desconto ao usarem o cupom sescrjmasculino10, acessando pelo link: http://bit.ly/2WTuHtH.

Fotos: Marcio Mercante

Mesa Brasil Sesc RJ

Os jogos das equipes feminina e masculina de vôlei do Sesc RJ disputados no Rio de Janeiro têm como entrada 2kg de alimentos não perecíveis, destinados ao ‘Mesa Brasil Sesc RJ’, programa social do Sesc RJ que visa a minimizar os efeitos da fome e do desperdício. Criado em 2000, o Mesa Brasil Sesc, no estado do Rio de Janeiro, recolhe doações de produtos alimentícios em condições de consumo, ainda que eventualmente com baixo valor comercial, e os distribui a instituições de assistência social previamente cadastradas, como asilos, creches, orfanatos, entre outras instituições. O programa atende no estado do Rio de Janeiro a mais de 850 instituições sociais, tendo uma abrangência superior a 90% dos municípios fluminenses. Além das doações, as entidades também recebem mensalmente ações educativas com o objetivo de ensinar o aproveitamento integral de alimentos, com a utilização de cascas, sementes e talos, na elaboração de receitas nutritivas e saborosas.

Os alimentos podem ser trocados por ingressos com antecedência nas unidades do Sesc RJ e em dias de jogos nas bilheterias do Ginásio Álvaro Vieira Lima (Tijuca Tênis Clube), sempre duas horas antes do início das partidas.

Notícias relacionadas

Ver todas as notícias

Festa do Pijama on-line dos projetos educativos do Sesc RJ

Veja mais

Nossa equipe esbanjou talento para incentivar doações para campanha #MesaSemFome

Veja mais

Regina Pinho, Diretora do Sesc RJ, fala sobre comportamento social e a mulher executiva

Veja mais
Dia-mundial-do-brincar-SescRJ

Dia Mundial do Brincar: no Sesc RJ a brincadeira é coisa séria

Veja mais