Dica: espetáculos online para toda a família

Nesta semana, listamos programações de artistas internacionais, que têm participado do movimento de compartilhamento de suas obras com o público. Conheça espetáculos de companhias consolidadas, com trabalhos extensamente reconhecidos em todo o mundo, além de artistas da cena contemporânea que têm investigado questões de relevância para a sociedade.

Théâtre du Soleil | Tambores Sobre o Dique
O Théâtre du Soleil é uma das mais conhecidas companhias de teatro do mundo, com atuação longeva (desde sua fundação em 1964), sob a direção de Ariane Mnouchikne. Em 2019, a diretora esteve à frente da direção do espetáculo As Comadres, que estreou no Sesc Ginástico, com um elenco de artistas brasileiras. As obras da companhia percorreram diversos países, tendo estado no Brasil pela última vez em 2011, com o espetáculo Náufragos da Boa Esperança. Em Tambores Sobre o Dique, os moradores da cidade próspera do Senhor Khang estão confrontados com uma grande ameaça: uma inundação gigantesca ameaça levar os diques que protegem a cidade. A iminência da catástrofe anunciada firma em cada um, príncipe ou mendigo, o instante de verdade em que a natureza e o caráter dos seres se revelam face ao destino. Na construção das cenas, a diretora investiu na relação entre teatro e marionete, baseada no e no Bunraku japoneses. No palco, atores manipuladores animam “atores-bonecos”, com uma execução técnica brilhante e exemplar. Para saber mais sobre a companhia, clique aqui.

The International Online Theatre Festival | Diversos
Pelo segundo ano consecutivo, o Festival Internacional de Teatro Online apresenta espetáculos de todo o mundo. Entre 15 de abril e 15 de maio, o público poderá assistir obras do teatro contemporâneo, entre elas, espetáculos do diretor alemão Thomas Ostermeier, que palestrou no Sesc Copacabana, em 2017. Katie Mitchell, Milo Rau, Heiner Goebbels, dentre outros, dirigem trabalhos que propõem experiências estéticas em diálogos com a atualidade, sendo referências no cenário das Artes Cênicas internacionais. Os curadores apresentam o tema “em um mundo em que você pode ser qualquer coisa…” (tradução livre), buscando discutir fronteiras físicas e identidades nacionais, estimulando o senso de comunidade da humanidade. O site apresenta uma vasta programação, confira!

Rosas | Rain
Criada em 1983, a companhia de dança belga Rosas é dirigida por Anne Teresa de Keersmaeker, formada na escola de Maurice Béjart. A diretora é reconhecida pelo trabalho fortemente ancorado na relação entre a dança e a música, sendo esta dos gêneros os mais diversos. Também são características da sua criação as interações entre a dança e o texto. Rain, obra criada em 2001, tem como trilha sonora o som minimalista de Steve Reich. Em conjunto com este compositor, a coreógrafa também criou duas outras obras a partir de suas músicas. O espetáculo está disponível até o dia 30 de abril. Para saber mais sobre a companhia, clique aqui.

Notícias relacionadas

Ver todas as notícias
Jovens que mudaram o mundo

Jovens que mudaram o mundo

Veja mais
Hotel Sesc Copacabana

Reabertura do Hotel Sesc Copacabana

Veja mais
Sesc Cultura ConVIDA

Sesc Cultura ConVIDA!: Está no ar a plataforma Sesc de incentivo à produção artística!

Veja mais