Festival Sesc de Inverno 2021 - a poesia se faz presente

Festival Sesc de Inverno 2021 começa nesta sexta-feira (16/7)

Confira os destaques da programação do Festival Sesc de Inverno 2021. Maria Rita, Emicida, Vitor Kley, Maitê Proença, Paulo Betti, 50 anos do Ballet Stagium, Marcelino Freire, Rosana Ricalde, tributo a Nelson Sargento, homenagens ao centenário de Paulo Freire, exibição de documentários e intervenções urbanas estão entre os destaques do evento. 

Depois de uma pausa em 2020 por conta da pandemia, o Festival Sesc de Inverno – um dos maiores eventos culturais multilinguagem do estado do Rio realizado na Região Serrana – está de volta em 2021 em formato híbrido. Com maior parte da programação virtual, a 19ª edição está repleta de atrações em literatura, audiovisual, música, teatro, dança, circo e artes visuais. Quem abre o evento é a cantora Maria Rita, com live-show dia 16/7, às 20h, no qual celebrará o samba ao interpretar clássicos do gênero. A apresentação, transmitida pelo Youtube Sesc RJ, será uma homenagem a Nelson Sargento, sambista e presidente de honra da Mangueira morto em maio deste ano aos 96 anos. Antes do show, o Sesc RJ exibe o documentário “Nelson Sargento”, de Estevão Ciavatta. A programação se estende até 25/7.

Música

Além de Maria Rita, a programação musical traz ainda Victor Kley (21/7), com o show “A Bolha”, em que canta sucessos como “O Sol”; e Emicida (25/7), que apresentará o live-show AmarElo, com canções do álbum homônimo vencedor do Grammy Latino de 2020 e que virou documentário de sucesso na plataforma Netflix. O grupo Tiquequê, formado há 20 anos, mas que estourou na internet durante a pandemia com espetáculos musicais para crianças, apresentam live no dia 21. A instalação sonora “Trocando as Mãos Pelos Pés” acontecerá presencialmente no Sesc Nogueira, em Petrópolis, de 16 a 26 de julho. Trata-se de uma exposição de 10 instrumentos musicais em forma de esculturas cujos sons são acionados pelos visitantes por meio de pedais e outros mecanismos. O acordeonista Kiko Horta realizará, de 16 a 25/7, a oficina virtual “O Som da Sanfona”.

Artes cênicas

A atriz Maitê Proença encena a autoficção “O Pior de mim”, dia 18/7. No dia 22/7, o Sesc RJ exibe uma gravação, feita exclusivamente para o evento, de “O canto da minha terra”, do Ballet Stagium, em celebração aos 50 anos da companhia paulista. No dia 25/7, Paulo Betti conduz “Autobiografia autorizada”, espetáculo que estreou em 2015 por ocasião dos seus 40 anos de profissão. Ainda em 25/7, será exibido o Vídeo Espetáculo Circo Zanni, com imagens de produções realizadas ao longo dos 17 anos do grupo fundado por Domingos Montagner (1962-2016) e Fernando Sampaio, entre outros artistas. Nos dias 16, 17, 18 e 20/7, o grupo recifense Magiluth realiza “Tudo que Coube numa VHS”, um experimento sensorial criado durante a pandemia que utiliza ferramentas como telefone, WhatsApp e redes sociais e que conduz o público pelas recordações de um personagem sobre um relacionamento. As inscrições são pelo instagram da companhia (@magiluth) “Paulo Freire – O andarilho da utopia” e “Ela e Eu: Vesperal com chuva” (estrelado por Suely Franco) também integram a programação teatral.

Artes Visuais

A exposição “Palavras Compartilhadas”, da artista visual Rosana Ricalde, estará em cartaz no Sesc Alpina, em Teresópolis. A mostra, cujas peças apresentam a poética existente entre as formas literária e visual das palavras, também poderá ser “visitada” por meio de um tour virtual disponível no site do Sesc RJ. A artista também dividirá com o público seu processo criativo em live transmitida pelo Youtube dia 20/7. Outra exposição que entra em cartaz durante o evento nesse mesmo formato é “Novas Possibilidades de Leituras do Mundo”. Com obras assinadas por diversos artistas e exposta no Sesc Nogueira, em Petrópolis, a mostra tem curadoria da arte-educadora Angelina Acetta Rojas. Essa mostra também poderá ser “visitada” por meio de um tour virtual no site do Sesc RJ. A artista visual Nadam Guerra e a arte-educadora Fernanda Lenzi ministram oficina ao público infanto-juvenil com técnicas artística simples e lúdicas. A programação de artes visuais do evento também contempla leituras de portfólios e intervenções urbanas em quatro municípios: Petrópolis, Teresópolis, Nova Friburgo e Três Rios.

Literatura

O escritor Marcelino Freire participará de uma vivência literária, entre os dias 20 e 23/7, em que falará sobre produção literária e o aumento da exposição do escritor ao ambiente virtual. Nos mesmos dias atividade semelhante será conduzida pelos slamers Tom Grito e Luz Ribeiro na qual abordarão as possibilidades para performance, criação e técnica da poesia falada. O escritor Francisco Gregório Filho apresenta uma contação de histórias ao público infantil dia 17/7. A filósofa, escritora e educadora Eliane Yunes participará de uma mesa em homenagem a Paulo Freire no dia 18/7 ao lado do educador social Tião Rocha. No dia 24/7, o Festival exibe o espetáculo “O Paraíso Mais Belo do Mundo”, baseado na obra do escritor Valter Hugo Mãe. No dia 21/7, uma mesa virtual homenageará os 80 anos do poeta e tradutor Leonardo Fróes. Poemas inseridos em balões biodegradáveis serão lançados pelas cidades de Petrópolis, Teresópolis, Nova Friburgo e Três Rios. A intervenção urbana Lambes Brasil, por meio da arte lambe-lambe, vai colocar trechos de poemas de escritores da região nos muros das unidades Sesc Nova Friburgo, Nogueira e Teresópolis, além de um muro escolar em Petrópolis e no Terminal Rodoviário de Três Rios.

Audiovisual

Um dos destaques da programação audiovisual é o documentário “Nelson Sargento”, de Estevão Ciavatta, que será exibido na abertura do Festival Sesc de Inverno dia 16/7. Na obra, o cineasta apresenta um retrato biográfico do artista no Morro da Mangueira. No dia seguinte, o público poderá assistir a “Paulo Freire Contemporâneo”, documentário sobre o pensamento e a antropologia do pedagogo Paulo Freire. A exibição será seguida de debate sobre a obra com a participação do seu autor, o cineasta Toni Venturi. Documentário selecionado em 2018 para o 75º Festival Internacional de Cinema de Veneza, “Humberto Mauro” também ganhará exibição e debate com a participação do seu realizador André Di Mauro. Para o público infantil estão previstas, para o dia 24, exibições dos curtas “Eu queria ser um monstro”, de Marcelo Marão, e “A incrível aventura das sonhadoras crianças contra lixeira furada e capitão sujeira”, de Beatriz Ohana.

Serviço:
Festival Sesc de Inverno 2021
De 16 a 25 de julho
Programação virtual pelo Youtube Sesc RJ e outras plataformas digitais
Intervenções urbanas em Petrópolis, Teresópolis, Nova Friburgo e Três Rios
Confira a programação do Festival Sesc de Inverno 2021.

Fique por dentro das iniciativas do Sesc RJ clicando aqui e acompanhando nossas redes (YouTubeInstagram e Facebook). #SescRJ #FestivalSescdeInverno

Outras Notícias

Ver todas as notícias

Encontro Sesc de Dança está de volta em ambiente virtual

Veja mais
Curso de Inglês

Saiu o resultado do processo seletivo para as vagas do Curso de Inglês – Geração Z

Veja mais
Campeonato Estadual de Poesia Falada

Sesc RJ transmite Campeonato Estadual de Poesia Falada neste fim de semana em seus perfis do Instagram

Veja mais
mesa brasil sesc rj - conceição de macabu

Mesa Brasil Sesc RJ empossa 20 embaixadores e aumenta sua capilaridade no estado

Veja mais