Prevenção de Quedas de Idosos
Crédito: Getty Images

Pesquisa Sesc RJ e IFec RJ sobre Prevenção de Quedas de Idosos

Instituída pela ONU, a Campanha de Prevenção de Quedas é de grande relevância para o público idoso, já que as quedas são muito comuns entre este grupo, principalmente devido à fraqueza da musculatura, tonturas, perdas ou diminuição da sensibilidade.

O Sesc RJ em parceria com o IFEC realizou uma pesquisa inédita sobre o tema durante o mês de março de 2021, um ano após o decreto de Pandemia pela OMS e início da necessidade de isolamento social. Os dados coletados elucidam os contextos e principais causas das quedas, com ênfase em suas rotinas para a elaboração de ações estratégias de prevenção.

Realizada com 400 idosos, inscritos no projeto Sesc Mais Vida a pesquisa e teve como objetivo entender os novos hábitos e conhecimentos desses idosos sobre os perigos da queda no ambiente doméstico exclusivamente durante a pandemia. Havia um grande receio de ampliação das quedas devido aos novos hábitos de organização dentro das residências, a redução de mobilidade e exercícios físicos e novos arranjos de moradia.

As entrevistas ocorreram no período de 26 de março a 1° de abril de 2021 e seu principal resultado mostra que a pandemia não aumentou o número de casos de quedas, mesmo sendo o ambiente doméstico o maior causador, mas levanta diversos pontos de atenção que precisam ser levados em consideração pelos idosos e suas famílias.

O Sesc RJ realiza atividades com idosos e durante a pandemia as ações foram migradas para o espaço virtual. Desde março de 2020 os idosos dos grupos são monitorados pelos profissionais e recebem sistematicamente atividades e informações sobre saúde e a pandemia.

Alguns resultados:

  • Sofreram quedas antes da pandemia 12,3% e durante a pandemia 9,0%.
  • Sofreram quedas com fraturas 2,3% antes da pandemia e 0,7% durante a pandemia.
  • A maioria dos motivos da queda está relacionada ao piso (escorregou, piso irregular, tropeço, buraco na rua, sapato prendeu em algo solto no chão, objetos espalhados).
  • A maioria das quedas ocorrem dentro de casa, com os mais idosos usando chinelo.

A grande maioria dos entrevistados possui algum tipo de enfermidade, sendo as principais: Hipertensão arterial, artrose, osteoporose/ osteopenia, diabetes e reumatismo, sendo estes índices maiores na população de menor renda.   Apesar da maioria não morar sozinho, uma parcela significativa mora, o que pode dificultar o socorro quando da ocorrência de quedas.  Dos que sofreram quedas, 41,7% não conseguiram se levantar sozinho. E esse dado merece atenção aos familiares. Especialistas sugerem a utilização de pulseiras inteligentes para avisos emergenciais rápidos e/ou a criação de uma rotina de contato com a família com horários pre determinados para ligação e suporte de rede local como porteiros ou vizinhos.

A pesquisa também investigou como anda a rotina diante da pandemia do Coronavirus, e para acalento de todos, em sua maioria os idosos estão seguindo as orientações de prevenção, porem, 25,8% costumam receber visitas. Importante ressaltar que mesmo após a vacinação os familiares e idosos devem manter o uso de mascaras e higienização das mãos durante as visitas.

O que cria um alerta aos especialistas e familiares são os espaços e ambientes domésticos, a maioria dos entrevistados não percebem risco de quedas em suas residências e dessa forma não vêm necessidade de qualquer adequação. O que pode ser um risco para pessoas que já passaram dos 60 anos. Mesmo o banheiro e áreas molhadas sendo os mais perigosos, sala e quartos são os espaços onde as quedas mais aconteceram. Esse dado é facilmente relacionado à condição de saúde e cuidados necessários ao acordar, mobiliário e tapetes e a atenção maior somente em espaços molhados.

O Sesc RJ já iniciou ações educativas contra quedas, baseadas na pesquisa e em breve compartilha em suas redes.

A pesquisa apresenta outros dados e resultados importantes que podem ajudar a entender melhor os hábitos, causas e consequências das quedas em idosos.

Clique aqui para conhecer a pesquisa.

Fique por dentro das iniciativas do Sesc RJ clicando aqui e acompanhe nossas redes (YouTubeInstagram e Facebook). #SescRJAssistência

Outras Notícias

Ver todas as notícias
Fórum Internacional Mesa Brasil

Fórum internacional discutirá a fome e o desperdício de alimentos

Veja mais
Guia sobre arduíno - Arte, Ciência e Tecnologia

ACT: Placa arduíno e suas funcionalidades

Veja mais

Sesc RJ leva atendimento odontológico móvel e gratuito a Queimados

Veja mais
Som do Sesc: Nando Reis e filho Sebastião apresentam live com abertura de Chico Chico

Maria Gadú é a atração do Som do Sesc deste sábado (25/9)

Veja mais