Séries dramáticas contemporâneas: a juventude na tela

Séries dramáticas contemporâneas: a juventude na tela

A equipe de audiovisual do Sesc RJ preparou dicas de séries dramáticas contemporâneas, disponíveis em diversas plataformas de streaming, que tem como tema a juventude.

Nessas últimas semanas a nossa equipe de audiovisual tem indicado filmes dos mais diversos, disponíveis nas plataformas de streaming atuantes no Brasil, com o intuito de oferecer a você, nosso público leitor/espectador, uma miríade de opções que estão a um clique de serem apreciadas em casa, durante a quarentena.

Hoje, para variar um pouquinho, navegaremos pelo universo das séries. Obras que retratam, cada uma a seu modo, personagens jovens que precisam enfrentar desafios emocionais em suas vidas e lidar com as próprias escolhas. Os títulos são bem recentes, produzidos por estúdios diferentes, que merecem uma atenção cuidadosa.

As séries escolhidas possuem, até o momento, apenas uma temporada de poucos episódios, o que torna bem mais fácil para quem está querendo embarcar em novidades, mesmo sem muito tempo disponível para encarar horas e horas de conteúdo. Aproveitem as dicas e tenham uma ótima maratona!

Boca a boca (2020)

Série brasileira produzida pela Netflix, Boca a boca retrata o dia a dia de uma escola situada numa comunidade do interior. Após uma grande festa, o pânico se espalha quando uma misteriosa doença transmitida pelo beijo contamina os adolescentes. O projeto é encabeçado pelo cineasta Esmir Filho, responsável por vários curtas-metragens premiados e por dois longas muito interessantes feitos para o cinema, Os famosos e os duentes da morte (2009) e Alguma coisa assim (2017). Esmir reuniu um time interessante de roteiristas e diretores que o ajudaram na construção desse universo rico e de diálogo tão direto com os tempos em que vivemos. Apesar de ter sido feita antes de qualquer sinal do coronavírus se espalhar pelo mundo, toda a trama envolvendo uma doença contagiosa e uma comunidade conservadora se relaciona ao extremo com o nosso cotidiano atual. Disponível no Netflix.

Normal people (2020)

Pessoas normais, numa tradução livre, a uma série ambientada numa pequena cidade da Irlanda. Marianne e Connell se relacionam pela primeira vez na escola, ambos ainda muito jovens e inseguros, e se reencontram em diversos momentos de suas vidas. Entre idas e vindas, ao longo de 12 episódios de mais ou menos 30 minutos cada um, acompanhamos a história da vida amorosa desses personagens por meio de uma abordagem bem delicada, sem muitos rodeios e levemente deslocada das convenções mais habituais do romance. A série é uma produção original da Hulu, comandada pela Disney, e traz Lenny Abrahamson e Hettie Macdonald na direção. Disponível no Starzplay.

Undone (2019)

Dos mesmo criadores (Kate Purdy e Raphael Bob-Waksberg) de BoJack Horseman, a divertida, melancólica e brutal série sobre um cavalo alcoólatra de meia-idade que vive das glórias do passado como ator em Hollywood, Undone também trilha um caminho dramaticamente intenso, mas explora conceitos e propostas estéticas bem distintos. A trama gira em torno de uma protagonista que, após sofrer um acidente de carro, descobre uma nova maneira de se relacionar com o tempo e passa a usar essa espécie de habilidade para encontrar maneiras de se reconectar com o seu passado e com o seu próprio pai. São apenas oito episódios muito concisos, todos desenvolvidos a partir de uma técnica chamada rotoscopia, que consiste em aplicar os recursos de animação em cima do traço de uma imagem que foi previamente capturada em live-action. Disponível no Prime Video.

Confira mais dicas de Cultura clicando aqui.
Para ficar por dentro das últimas novidades do Sesc RJ, clique aqui e acompanhe nossas notícias!

Notícias relacionadas

Ver todas as notícias
Caminhada de Copacabana será virtual com programação ao longo de outubro

Caminhada de Copacabana será virtual com programação ao longo de outubro

Veja mais
Histórias que conectam: Conheça histórias das nossas alunas de esporte e lazer

Histórias que conectam: Conheça histórias das nossas alunas de esporte e lazer

Veja mais
Dicas de filmes Em Casa com o Sesc - cinema

A terceira idade representada no cinema

Veja mais