Sesc RJ e Sesi SP fazem duelo da parte de cima da tabela da Superliga masculina de vôlei

Partida acontece neste domingo (15), em São Paulo, e confronta segundo e terceiro colocado da competição

Após um período de 11 dias sem jogos na Superliga, o Sesc RJ volta a principal competição do país com um confronto direto contra o Sesi SP, para se manter no primeiro pelotão da tabela de classificação. A equipe carioca ocupa hoje a terceira colocação, atrás justamente do Sesi SP e do líder Taubaté. As equipes se enfrentam neste domingo (15), às 20h, na Vila Leopoldina (SP), com transmissão da TV Cultura.

A última partida do Sesc RJ foi no dia 4 de dezembro, quando venceu o Blumenau por 3 sets a 0. Mas o intervalo incomum foi muito bem aproveitado pela equipe, que pode não só descansar um final de semana completo, uma raridade durante a Superliga, como recuperar fisicamente seus jogadores e realizar treinos específicos.

“A gente conseguiu folgar sábado e domingo, que é uma coisa rara, mas acima de tudo aproveitamos muito a semana inteira de treino. Treinamos dois períodos e trabalhamos bem a parte técnica para que o time possa seguir evoluindo. O Sesi SP é um adversário direto, então precisamos jogar bem e ter bastante atenção ao sistema defensivo deles, que é muito forte. Além de termos muita paciência para jogar contra o Willian. É um cara que tem uma capacidade incrível de se reinventar a cada jogada, então é preciso ter muita atenção”, disse o técnico Giovane.

Com 42 anos e muitas Superligas no currículo, o levantador Marlon mantém a animação pelos grandes desafios. Para o experiente jogador, estes são os melhores jogos da competição.

“É um jogo grandioso. A gente espera um voleibol de alto nível dentro de quadra. E a gente gosta de enfrentar esses desafios. Mas a gente teve uma semana muito boa de treinos, focamos muito na nossa equipe. Só começamos a pensar no adversário na sexta-feira, estamos vendo vídeos e estudando. Mas o trabalho principal foi na nossa recuperação física, aliviar o estresse, termos uma semana plena de preparação e crescimento. Então a gente chega com um pouco mais de corpo, como equipe, para este jogo”, finalizou.

Mesa Brasil Sesc RJ

Os jogos das equipes feminina e masculina de vôlei do Sesc RJ disputados no Rio de Janeiro têm como entrada 2kg de alimentos não perecíveis, destinados ao ‘Mesa Brasil Sesc RJ’, programa social do Sesc RJ que visa a minimizar os efeitos da fome e do desperdício. Criado em 2000, o Mesa Brasil Sesc, no estado do Rio de Janeiro, recolhe doações de produtos alimentícios em condições de consumo, ainda que eventualmente com baixo valor comercial, e os distribui a instituições de assistência social previamente cadastradas, como asilos, creches, orfanatos, entre outras instituições. O programa atende no estado do Rio de Janeiro a mais de 850 instituições sociais, tendo uma abrangência superior a 90% dos municípios fluminenses. Além das doações, as entidades também recebem mensalmente ações educativas com o objetivo de ensinar o aproveitamento integral de alimentos, com a utilização de cascas, sementes e talos, na elaboração de receitas nutritivas e saborosas.

Os alimentos podem ser trocados por ingressos com antecedência nas unidades do Sesc RJ e em dias de jogos nas bilheterias do Ginásio Álvaro Vieira Lima (Tijuca Tênis Clube), sempre duas horas antes do início das partidas.

Notícias relacionadas

Ver todas as notícias
arte-ciencia-tecnologia-educacao-sescrj

Cinco dicas de Arte, Ciência e Tecnologia para explorar o mundo

Veja mais
Mesa Sem Fome - doações

Farmácias e supermercados do Grande Rio recebem doações para campanha do Sesc RJ

Veja mais

Equipe Sesc dá dicas de como lidar com o lixo que produzimos!

Veja mais
Flup 2019 - livro

Sesc e Flup lançam livro de contos inspirado em músicas de Marcelo Yuka

Veja mais